Arquivos Mensais: julho 2015

CONHEÇA A SINOPSE DO ENREDO DA UNIDOS DE VILA ISABEL PARA O CARNAVAL 2016

Salve, salve!LOGO ENREDO VILA ISABEL 2016

A Unidos de Vila Isabel divulgou a sinopse do seu enredo “Memórias do ‘Pai Arraia’ – um sonho pernambucano, um legado brasileiro”, que será desenvolvido pelo carnavalesco Alex de Souza no carnaval 2016. Ler mais

PORTO DA PEDRA REALIZOU A PRIMEIRA ELIMINATÓRIA DE SAMBA RUMO AO CARNAVAL 2016

Salve, salve!porto da pedra

A Unidos do Porto da Pedra, realizou na noite desta sexta feira, 17, a primeira eliminatória de samba de enredo rumo ao carnaval 2016. O evento iniciou com nove sambas na disputa, porém no término da noite, o samba da parceria 7 (Tiago Daniel, Marlon Carvalho e Michel Ferreira) foi desclassificado. Ler mais

UNIÃO DO PARQUE CURICICA: OUÇA O SAMBA DA PARCERIA DE ZÉ LUIZ

Compositores: Zé Luiz, Dinho PQD, Fernando Mel, Ninho, Marcelo Zona Sul
Intérprete: Pixulé

Mandei a tristeza passear
Não se aveche é só chegar
Hoje tudo é alegria
Já percorri várias cidades
Meu baú de novidades, tem no riso a garantia
Um artista brasileiro, eu sou
O rei da improvisação
Um mestre mamulengueiro
Meu poder de multiplicação

VEM CÁ MATHEUS
PROFESSOR TIRIDA FOLGAZÕES
BENEDITO E QUITÉRIA UM BELO PAR
SIMÃO, JOÃO REDONDO PILHA O “CABOCO”
ATÉ CASSIMIRO COCO, SE CRIA NO CEARÁ

Cigana no cajueiro, ai que medo
Papa-figo fanfarrão
Palhaço dos coqueirais
Nem um sorriso jamais
Eis que vem a solução
“Audaciosa” é música é dança, povo batuqueiro
Boi bumbá, é imperial o meu maracatu
Lá vem Lampião tão sorrateiro
Lutando contra injustiça social
Marionete jamais, o desafio me faz
Mostrar que sou capaz
Saudade fica mas eu vou embora

VEM VEM VEM MEU BEM, VOCÊ VAI GOSTAR
VEM PRA CURICICA, VEM MAMULENGAR

CHEGOU A UNIÃO
TRAZENDO O SONHO, O IMPROVISO, A ILUSÃO
VEM BRINCAR, ESTÁ NA HORA
MOSTRA O SORRISO, MANDA ESSA TRISTEZA EMBORA

UNIÃO DO PARQUE CURICICA: OUÇA O SAMBA DA PARCERIA DE WASHINGTON MOTTA

Compositores: Washington Motta, Pitimbu, Vagner Silva, Alexandre Alegria, Telmo, Léo da Taberna e Marcelo Valência
Participação Especial: Adelson
Intérpretes: Ito Melodia, Léo San, Léo Simpatia e Rogerinho

Quem nunca viu vai ver
Pode se a chegar
Torce pra não chover
Ó xente! O show vai começar
Ei! O que do baú surgiu
Vixe! Tantos olhos coloriu
Nas mãos os bonecos ganham vida
Mamulengos, doce ilusão
Salve os mestres do meu sertão

TEM COMÉDIA E TERROR
CIGANA DO CAJUEIRO
PAPA-FIGO INCLEMENTE, QUE DÁ SUSTO TAMBÉM
O PALHAÇO NÃO FAZ RIR NINGUÉM

Tem festança vem pra dança
Maracatu, bumba meu boi
Eita! Que fole danado
Audaciosa no batuque arretado
Acolá vem Lampião
Pra vencer o desafio
Desse povo nordestino.. Oi
Que leva a vida por um fio
Estória magia da arte
Brincando por toda parte
Mas já é hora eu vou partir
Alegrar outra cidade

VEM MEU AMOR MAMULENGAR
NA CARAVANA CURICICA
DIFÍCIL É NÃO SE EMOCIONAR
EU VOU PASSAR, MAS A SAUDADE FICA

UNIÃO DO PARQUE CURICICA: OUÇA O SAMBA DA PARCERIA DE TONINHO DO CAVACO

Compositores: Toninho do Cavaco, Berequinho JPA, Fabian Guerreiro, Aniceto, Alex Pereira e Robertinho Bacairis

Vou rezar pra não chover
A festa vai começar
Trago na carroça
Um baú cheio de troça
Meu segredo vou revelar
Com a minha mão mamolenga
Meus bonecos ganham vida
Se alguém duvida posso mostrar
Que a arte é de improviso
Pra ganhar o seu sorriso
Faça o mundo girar

Ô MATHEUS SE ACHEGUE CÁ
FAÇA REDOMDO PROSEAR COM TIRIDÁ
VICE MARIA! NÃO ACREDITO
LÁ VEM SIMÃO ENTRE QUITÉRIA E BENEDITO

É de assombrar
Arrepiar o corpo inteiro
As lendas maledicentes
Do folclore brasileiro
No terreiro sinhá moça vai dançar
Maracatu meu boi bumbá
Pra incendiar a festa
Bate forte audaciosa
Que o bicho vai pegar
Hoje nada me aborrece
Nesse palco colorido
Todo mal desaparece

SORRISO NO ROSTO UM APERTO DE MÃO
O ABRAÇO QUE SE MULTIPLICA
RADIANTE DE ALEGRIA
SOU UNIÃO DO PARQUE CURICICA

UNIÃO DO PARQUE CURICICA: OUÇA O SAMBA DA PARCERIA DE THIAGO SILVEIRA

Compositores: Thiago Silveira, Bruno Santos, Caíque Alves, Thiago Sousa, Ezequiel do Cavaco e Igor Vianna
Participação Especial: Meiners, Tubino, Wilson Bizzar e Victor Alves

Você, chegue pra cá, vou lhe contar a novidade
Eu sou um artista “audacioso”
E orgulhoso, vou me mostrar
Ó deus que a chuva não caia
Pra praça cair na gandaia
A felicidade vai reinar
No meu teatro vai ter riso e improviso
Mas eu não sou andarilho solitário
E se olhar com o coração, você vai ver
Os bonecos ganham vida de repetente e bem ligeiro
O show começa pra valer

O TIRIDÁ VEM SE APRESENTAR
QUE PAR BONITO É QUITÉRIA E BENEDITO
QUANTA PILHÉRIA, QUE OUSADIA
A CRIAÇÃO SE RENOVA TODO DIA

Mantendo a fiel promessa
A cigana bota medo no valente
Gargalha um papa-figo inclemente
Vai começar a festança, brilha o olhar da criança
Valeu meu boi, meu boi bumbá

MARACATU, BATUQUEIRO DO CEARÁ.. (BIS)

Lá vem Lampião em seu alazão
Corajoso e sorrateiro
E na batalha da justiça social
Não sou fantoche, sou aventureiro
Se eu for embora, com certeza vou voltar
A poesia não vai se acabar

ESPALHAR O BEM, SEMEAR O AMOR
MEUS MAMULENGOS VÃO TOCAR SEU CORAÇÃO
UM DIA SEREI REI… EU SOU, CURICICA
ATÉ LÁ VOU VIVENDO DE PAIXÃO

UNIÃO DO PARQUE CURICICA: OUÇA O SAMBA DA PARCERIA DE RIBEIRO

Compositores: Ribeiro, DJ Babu, Eli Penteado, Doutor, Gulle e Fernando de Lima
Participação Especial: Álvaro e Elizeu
Intérprete: Marquinho Art’Samba

Ei você aí, se achegue, pode vir… Tem novidade
Sou artista brasileiro
Sou mestre criador de qualidade
Vou fazer chover alegria, te dar um banho de emoção
O show vai começar, vamos multiplicar bonecos…
Atenção!
Mateus professor, que pilhéria
Lá vem Benedito e Quitéria
Simão ousado olhe lá
João redondo no pé dos “caboco”
Cassimiro coco é lá do ceará

VIXE QUE MEDO ME DÁ… CHEGA PRA LÁ
ME ARRUPIO INTEIRO
ATÉ VALENTE CORREU, CIGANA PERDOA EU
NÃO VOU MAIS NO CAJUEIRO

O corpo bole com o povo batuqueiro
Meu boi bumba no bumbá
Lampião vem sorrateiro
Audaciosa vai fazer arrepiar
Isso é cultura do folclore popular
Batalha final, olha o coronel
Que faz de fantoche esse povo fiel
Que vira o jogo, renasce de novo, se faz vencedor
Desceu uma lágrima do meu olhar
Eu levo alegria pra todo lugar
A festa vai recomeçar

MAMULENGUEI A EMOÇÃO
QUERO DEMAIS MANIPULAR A EMOÇÃO
SE QUER SER UM REI, TE DOU UMA DICA
VEM DESFILAR NO PARQUE CURICICA

UNIÃO DO PARQUE CURICICA: OUÇA O SAMBA DA PARCERIA DE PAULINHO BATISTA

Compositores: Paulinho Batista, Pelé, Paulinho Sete, Paulinho Federal

Curiciquiando, hoje é dia de mamulengar, vem cá, vem cá
Entre nesta festa, lindas histórias nós vamos contar
Desperte com nossa alegria, navegue no mar de fantasia

HOJE TRAGO NA CARROÇA, MIL DEVANEIOS QUE DESPERTO COM MINHA TROÇA

Tá avexado, eu vou explicar
Tô aqui sozinho, mas eu vou multiplicar, toque de forró

COM A MÃO MOLENGA EU GIRO DAQUI PRA LI
VIRO DE CÁ E FAÇO MUNDO RODAR

Lá vem boneco Mateus chamando o professor
Nedito e Quitéria, um par de formoso amor
Simão toma cascudo por tamanha ousadia
Tão pequeno e buliçoso tá fazendo estripulias

João Redondo danado pega no pé do caboco
Casimiro coco se cria é no Ceará
Todo mundo arrupiado com a cigana do cajueiro
Até o jagunço guerreiro corre só pra se salvar

Papa figo um moleque muito do arruaceiro
E como é triste o palhaço dos coqueirais

UM PALHAÇO AVEXADO, CRIANÇA DELE NÃO SE RIU JAMAIS

Bota lenha na fogueira que hoje eu vou me queimar
Uma noite só é pouco eu quero me acabar
Baila menina mimosa, boi bumbá, maracatu
Vamos cair no xaxado, eu quero dançar com tu

Oi capitão lampião montado em seu alazão
Pra dançar no forró e lutar com coroné
A luta do bem contra o mal, contra injustiça social
Que deixa o rico mais rico e o pobre sempre muito mal

Mas o povo não é boneco molengo, vivendo nessa batida, no fio da vida
Que joga o homem daqui pra lá, lutando que se virar
E eu boneco de Curicica, já aproveito a dica, pra outras cidades buscar
Mostrando a minha arte tão rica, a arte de mamulengar

Mamulengueiro hoje aqui sou rei
Dos mamulengos que mamulenguei
A minha trupe tá toda na pista
É a União do Parque Curicica

UNIÃO DO PARQUE CURICICA: OUÇA O SAMBA DA PARCERIA DE NEGUINHO

Compositores: Neguinho, Leandro Rangel, Gláucia Nogueira e Alê Santos
Intérprete: Augusto César

Chegou a novidade
Se achegue meu povo
O tempo ajudou
Trago num baú de alegria
Um teatro em fantasia
Sou artista sonhador
Sozinho, personagens vou multiplicar
Sorrisos da plateia, conquistar
Bonecos ganham vida
Se alguém duvida
Deixe-me apresentar

VEM CÁ MATEUS, COM MESTRE TIRIDÁ
SIMÃO FOLGADO, BENEDITO E QUITÉRIA
JOÃO REDONDO GOSTA DE ZOMBAR
E CASSIMIRO COCO É DO CEARÁ

Nas lendas de arrepiar
Tem cigana no cajueiro
Entra o papa-figo pra assustar
Sorria pro palhaço do coqueiro
Cai a noite, tem festança
Balança meu boi-bumbá
No maracatu, menina vem requebrar
Vixe maria! Lampião vem acolá
O povo não é brinquedo
Simbora, alegre a cantar
Em outras terras vou mamulengar

MEU CORAÇÃO É MAMULENGO
SOU CURICICA E VENHO CONVIDAR
TEM ARTE EM MINHAS MÃOS
É MUITA EMOÇÃO
TODA CIDADE VAI SE ENCANTAR

« Entradas mais Antigas