CONHEÇA A SINOPSE DA CHATUBA DE MESQUITA PARA O CARNAVAL 2016


Salve, salve!chatuba

A Chatuba de Mesquita divulgou nesta quinta-feira, dia 30, a sua sinopse para o Carnaval 2016, quando levará para a Intendente Magalhães o enredo “A Saga de um guerreiro cujo o peito é incrustado de aço”. Confira:

“A SAGA DE UM GUERREIRO CUJO O PEITO É INCRUSTADO DE AÇO”

 

No começo não existia nada ou quase nada eis que do nada surgem Olodumaré (o céu), Orugãn (horizonte) e Iemanjá (o mar) então toda vez que o céu tocava o mar surgia um orixá.

Assim nasceu Ogum o primeiro filho deste ajuntamento, segundo a lenda Ogum seria o filho mais velho de oxalá e Iemanjá cujo seu destino foi a defesa dos reinos dos irmãos.

Ao crescer Ogum descobre o ferro e sai para uma viajem pela África a guerrear e defender  os reinos  do seus irmãos enquanto isso deixou seu reino (Irê) aos cuidados do seu primogênito guerreou a vida todo venceu todas as batalhas e quando voltou cometeu seu último caso  de chacina pois seu povo não respondia a ele como respeito as terças-feiras se fazia silêncio em respeito a Ogum sem saber de regia de matou todos de sua aldeia quando seu filho voltou e explicou ele entendeu que já era hora de ir a Orun (céu) pois na terra não tinha mais o que fazer.

A chegada do santo no Brasil

Ogum está nas graças e no coração do povo amado e adorado, idolatrado por multidões que expressam diversas formas de fé e carinho que dedicam ao seu orixá de sua devoção.

A figura do guerreiro e tão forte que foi acoplada ao culto católico de São Jorge guerreiro e se tornou o sincretismo mais forte e de maior devoção no território nacional.

No cotidiano do sambista a fé em São Jorge é a prova que devoção ao santo é uma das formas de crendice mais comuns no chamado “mundo do samba”. O guerreiro é mais que um enredo que ficará em nossa história, é a transformação do nosso santo padroeiro e protetor no nosso motivo de canto e festa. É a materialização da nossa devoção em carnaval, é a homenagem maior que podemos fazer para poder agradecer tantas conquistas em tão pouco tempo, e pedir que o futuro seja de tantas mais.

Está na história que a imagem do santo guerreiro estampou bandeiras para representar os mais bravos. A figura do valente guerreiro que vence o dragão se tornou símbolo da fé de ingleses, portugueses e catalães. Jorge deixava de ser apenas um santo, e pelas mãos de grandes monarcas tornava-se padroeiro protetor de milhares de vidas.

São Jorge, Santo e Guerreiro. A devoção a São Jorge ultrapassou as fronteiras da fé!

 

Curta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s