VERDE E ROSA DE LUTO: “A MAIOR ESCOLA DE SAMBA DO PLANETA” CHORA A MORTE DO SEU FILHO FIEL LUIZITO


Salve, salve!DSC_0653

O dia amanheceu triste no Morro da Mangueira com a perda de sua voz oficial, sempre cheia de “garra e emoção”, que fazia a nação mangueirense vibrar. Faleceu neste domingo José Luís Couto Pereira da Silva, o Luizito, intérprete da escola.

Luizito participou normalmente da noite de eliminatória de samba na quadra da Estação Primeira, na noite deste sábado, dia 05. Logo depois, se despediu dos amigos e foi para a casa da namorada, a maquiadora Carla Souza, no Morro da Mangueira, onde sofreu um infarto fulminante e faleceu por volta das 5h30.

O MARQUÊS DA FOLIA conversou com a porta-bandeira da Verde e Rosa, Squel Jorgea, que lembrou da última noite do cantor no Palácio do Samba.

“Ele estava ótimo, cantando e brincando como sempre. Assim que cheguei na quadra, ele chegou também. Conversamos, rimos e entramos. Eu perdi um grande defensor, um amigo, um anjo da guarda. Tive a felicidade de ganhar meu primeiro Estandarte de Ouro com ele, em 2015. É difícil, dolorido. A Estação Primeira vai sentir muito a sua falta. Falta da voz, falta da pessoa, falta do caráter que ele tinha. Era um filho fiel que a escola perde.” – disse Squel, emocionada.

Raphael Rodrigues, mestre-sala da Estação Primeira de Mangueira, também falou com o MARQUÊS e lembrou com carinho do cantor, a quem chamou de pai.

“Eu amava demais aquele velho. Não consigo parar de chorar. Passamos a noite toda juntos, conversando sobre tudo. A última coisa q ele falou pra mim foi: “Meu Pretinho, você está dançando pra cacete. Te amo!”. Estou muito mal. Chateado demais. Ele me chamava de filho e eu tinha um amor de pai por ele.” – disse o mestre-sala.

Rainha da bateria mangueirense, Evelyn Bastos não conseguiu expressar em palavras o a dor que estava sentindo.

“Estou com meu coração dilacerado. Não consigo ainda dizer nada. Desculpa.” – falou ao MARQUÊS.

DSC_0061

Luizito tinha 61 anos e começou sua carreira na Caprichosos, primeiro como apoio do saudoso Carlinhos de Pilares, depois como intérprete oficial da Azul e Branco, entre 1994 e 1996. Em 1997 gravou o samba “Do tambor ao computador” no CD, mas acabou saindo da escola antes do Carnaval. Em 1998, após participar da disputa de samba da Mangueira, foi contratado para o carro de som da escola como apoio de Jamelão. Em 2007 teve a difícil missão de substituir o inesquecível intérprete e por pouco não ficou de fora do desfile oficial da Verde e Rosa, pois teve problemas no coração e precisou se submeter a um procedimento cirúrgico. Com a vontade e determinação de sempre, se recuperou a tempo de defender a escola do coração na Sapucaí. Desde então, era o intérprete principal da Estação Primeira. Apoio de Luizito até o carnaval passado, enquanto a Estácio de Sá não estava no Grupo Especial, Leandro Santos conversou com o MARQUÊS DA FOLIA sobre a perda o intérprete.

“Estou muito triste. Luizito é uma referência minha desde a Mangueira do Amanhã. É um grande amigo, cantamos muitos anos na Mangueira. É muito chato esse momento. Tô muito emocionado, muito triste com a notícia. Que ele esteja em um bom lugar. Meus sentimentos a família e aos amigos.” – lamentou Leandro.

Entre 2010 e 2013, período em que Ivo Meirelles presidiu a agremiação, Luizito fez parte do projeto “Três Tenores da Mangueira”, ao lado de Zé Paulo Sierra e Rixxah. A partir de 2011, Ciganerey passou a ser um dos tenores no lugar de Rixxah, que deixou a escola. Com a saída de Ivo da presidência, Luizito voltou a ser o único intérprete da Verde e Rosa.

O mundo do samba chora a morte de uma grande figura. A Estação Primeira de Mangueira, a agremiação da “garra e da emoção”, a “maior escola de samba do planeta”, chora a morte de um filho fiel. Cativante, simpático e profissional de primeira linha, Luizito deixará saudades. O MARQUÊS DA FOLIA se solidariza com amigos, familiares e com toda a nação mangueirense, neste triste momento.

A Estação Primeira de Mangueira informou que o velório de Luizito será hoje, dia 06, no Palácio do Samba, a partir das 18h. O enterro será no Cemitério do Catumbi, capela A, às 11:30h desta segunda-feira, dia 07.

Curta

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s