“… E TODO MENINO É UM REI”: UNIDOS DO VIRADOURO ENTREGOU SINOPSE AOS COMPOSITORES


Salve, salve!DSC_0011

Com o objetivo de fazer um verdadeiro ode à infância na Sapucaí, a Unidos do Viradouro entregou a sinopse do seu enredo 2017 aos seus compositores na noite desta terça-feira, dia 24 de maio. 

Em conversa com o MARQUÊS, o carnavalesco da escola, Jorge Silveira contou de onde veio a inspiração para o enredo:

“A Viradouro celebra 70 anos no dia 24 de junho, e o pedido do presidente Gustavo Clarão era que a gente fizesse o caminho contrário. Celebrar o recomeço da escola pelo espírito de uma criança. Como sei que o presidente é um compositor dos bons, eu acabei optando por um universo musical e aí eu busquei uma música que é da minha referência pessoal (“Todo menino é um Rei”). A música é um fio condutor para que a Viradouro fale de infância. A escola ostenta em seu pavilhão uma coroa. E em nosso carnaval nós vamos coroar cada criança com a coroa da Viradouro. Nós vamos dizer que na infância cada menino é senhor de suas vontades, cada menino é um pequeno Rei. E o que o desfile vai fazer é concretizar em cada setor os desejos de Sua Majestade.” – contou o artista.

Jorge Silveira estreia na função de carnavalesco na Viradouro, mas tem história pra contar no carnaval. Ele já fez trabalhos para diversas escolas no Rio, tais como Unidos da Tijuca, Mangueira, Imperatriz, entre outras. Em São Paulo, o artista faz parte da comissão de carnaval da Dragões da Real. Mas Jorge garante que essa dobradinha Rio/São Paulo não vai ser problema:

“É perfeitamente possível. Eu já faço isso há 5 anos. Hoje nós temos a tecnologia que nos permite estar e não estar no local ao mesmo tempo. E como eu trabalho em um formato de comissão em São Paulo, os meus amigos me dão suporte. O processo de criação ele é em conjunto, e eu vou adiantando as coisas pela Internet e nos momentos que são essenciais eu estou lá para a reunião. Eu moro em Niterói e vou estar em tempo integral no barracão da Viradouro tocando a brincadeira da criançada.” – comentou o carnavalesco.

Gustavo Clarão, presidente da Viradouro, também conversou com o MARQUÊS e falou sobre a oportunidade que a Vermelho e Branco dá para mais um novo talento do carnaval, dois anos depois de ser campeã da Série A com um novato como carnavalesco, o atual carnavalesco da Rocinha, João Vitor Araujo:

“Tanto o João como o Jorge trabalharam conosco no barracão, ambos com o Max Lopes. Eu fico muito feliz por ter dado a primeira oportunidade para o João trabalhar como carnavalesco, em 2014, e agora poder estar dando essa chance ao Jorge Silveira. Ele trabalhou com a gente como figurinista e eu vi o trabalho dele em outras escolas, como Imperatriz, Tijuca, Mangueira. A escola precisava de uma renovada, precisava dessa mexida e a gente optou por essa contratação. A gente tem que ter peito pra fazer essa renovação. A Série A permite que a gente tenha essa ousadia, já que o Grupo Especial acaba exigindo sempre um pouquinho mais das suas decisões e fazem você pensar um pouco antes de arriscar.” – afirmou o presidente Clarão.

DSC_0028

Gustavo Clarão, que além de presidente é um compositor de sucesso, falou um pouco sobre o que espera do Carnaval 2017:

“O Jorge foi muito feliz na escolha do enredo. Todos os enredos que a gente faz aqui na Viradouro tem um lado cultural. Esse enredo tem como fio condutor esse samba maravilhoso. E falar de criança, não tem coisa melhor. Criança faz a alegria da casa e vai fazer a alegria da Viradouro. Nossa comunidade é muito aguerrida e muito forte. Ela se adapta a sambas fortes, como “Dercy”, “Ciganos”, “Garibaldi”. E eu queria um enredo mais leve pra deixar a comunidade mais solta, pra brincar um pouco mais. Queremos fazer um grande carnaval e derrubar esse  tabu de que só escola que desfila no sábado ganha o carnaval.”

LEIA: Sinopse da Unidos do Viradouro
FOTOS: Entrega da Sinopse da Viradouro

Já o carnavalesco Jorge Silveira está tranquilo quanto a sua ala de Compositores:

“Eu só vou pedir a eles o que eles sabem fazer de melhor. Quem sou eu pra dizer a eles como eles devem conduzir a poesia deles. Uma ala de compositores que produz o “Alabê de Jerusalém” da forma como foi, eu só posso esperar que venha o melhor. Temos um enredo leve, gracioso, um enredo que mexe com sentimentos. E eu vou esperar que o nosso samba tenha essa boa energia e nos conduza a um bom resultado. Teve o sorteio recentemente e a Viradouro vai ser a terceira escola de sexta-feira, e me perguntaram se estou preocupado. De forma alguma, afinal a Viradouro vai trazer um enredo infantil e criança tem que dormir cedo!”

Em 2017, a Unidos do Viradouro levará para a avenida Marquês de Sapucaí o enredo “… E todo menino é um Rei”, que será desenvolvido pelo carnavalesco Jorge Silveira. A escola de Niterói será a terceira escola a entrar na Passarela do Samba na noite de sexta-feira, primeira noite de desfiles da Série A do carnaval carioca.

Curta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s