MARQUÊS NOS BARRACÕES: UNIÃO DA ILHA DO GOVERNADOR CONTARÁ A HISTÓRIA DO “SENHOR DO TEMPO” NESTE CARNAVAL


Salve, salve!ilha-2

O MARQUÊS DA FOLIA visitou o barracão da União da Ilha do Governador, escola que abre a segunda noite de desfiles do Grupo Especial. Fomos recebidos pelo carnavalesco da agremiação insulada, Severo Luzardo, que faz sua estreia na Ilha e foi o responsável por, vinte anos depois, fazer a escola contar um enredo de temática Afro na avenida.

“Quando eu fui chamado para o Grupo Especial, a Ilha me disse que queria a minha estética, a estética que eu vinha apresentando nos últimos carnavais. Quando eu cheguei na quadra, no meu primeiro contato com a comunidade, eu perguntei como eles se imaginavam no Carnaval 2017 e a resposta era a de que eles queriam a escola levando um enredo de temática africana para a avenida. Num primeiro momento, o nosso presidente jogou o nome do enredo em uma rede social e todo mundo gostou. Depois de uma semana, lançamos a nossa logomarca que foi super aprovada. Depois lançamos a sinopse, que também foi bastante aceita. Daí surgiram os sambas, com uma safra absolutamente linda, da qual surgiu essa obra belíssima, que a comunidade toda abraçou. Agora que estamos entregando as fantasias, é outro momento de felicidade. Ou seja, foi uma escolha da comunidade, um carnaval feito para eles.” – disse o carnavalesco.

ilha-4O enredo da União da Ilha é inspirado no candomblé da nação Angola, dos povos Bantos, que é pouco conhecido no Brasil, onde o candomblé Yorubá é mais praticado. Severo conta que a intenção é justamente buscar e apresentar o diferente neste Carnaval.

“A partir do pedido da comunidade, de que queria um tema afro, nós partimos em busca do diferente. E encontramos neste enredo essa grande possibilidade. A gente aprendeu, sendo de religião ou não, o candomblé Yorubá. O candomblé da Nação Angola ficou esquecido. O papel da União da Ilha nesse Carnaval é altamente cultural, justamente fazendo a divulgação deste candomblé banto.” – contou Severo.

A Ilha vai contar na Sapucaí a história de Kitembo, o Senhor do Tempo. Severo conta em seu enredo a saga de Kitembo na Terra, onde ele entra em contato com a terra,a água,  o fogo e o ar, onde encontra Matamba, seu grande amor.

“O desfile é dividido em cinco setores. No primeiro a gente se encontra em um plano superior, onde Zambi, o deus supremo, dá a Kitembo o poder de controlar o tempo. A partir daí, Kitembo finca raízes na Terra e parte em uma jornada onde conhece os quatro elementos. No segundo setor surge a terra, e tudo o que há sobre ela, ou seja, as plantas, os animais, o entendimento da colheita, da plantação e das ervas medicinais. No terceiro setor Kitembo conhece a água, os reservatórios superiores e inferiores do planeta, o arco-íris, os peixes abissais, que apresentam as profundezas da Terra para Kitembo. No quarto setor ele conhece o Fogo, vindo do Sol, que faz com que se crie a fotossíntese, os alimentos. O Fogo que forja os metais, o Fogo dos rituais sagrados e o Fogo das paixões, que já serve de gancho para o quinto setor, onde aparece Matamba, rainha dos ventos, trovões, o amor de Kitembo, que apresenta a ele o elemento Ar.” – detalha o artista.

Conhecida por seu perfil alegre e brincalhão na avenida, a União da Ilha leva para a Sapucaí um tema africano depois de praticamente duas décadas. Foi em 1998 a última vez, quando os insulanos cantaram “Fatumbi – a Ilha de Todos os Santos”. Para Severo, contar um enredo que tem uma profundidade maior como o de 2017 não será problema para a escola.

“O componente da Ilha é um brincante. É o termo que melhor o classifica. O que não significa que todo ano a escola precisa fazer humor na avenida. Podemos fazer um enredo afro densamente cultural, inovador, e mesmo assim sermos uma Ilha brincante e alegre na Sapucaí.” – comentou o carnavalesco.

ilha-3

Assim como em todos os barracões, 2016-17 também foi um ciclo complicado para a Ilha em termos financeiros. A crise econômica e política que assolou o país nos últimos meses, somada à falta de matéria-prima no mercado e ao fato da escola ter que pagar uma dívida passada, atrapalhou um pouco o andamento dos trabalhos, mas nada que não pudesse ser superado com talento e criatividade, como conta Luzardo.

“Nós tivemos dois momentos muito difíceis esse ano, mas que não foram omitidos pela direção da escola. No momento em que eu cheguei aqui, me informaram que a Ilha devia R$ 2 milhões do Carnaval passado e que tinha que pagar essa dívida neste ano. Fora isso nós perdemos três meses na busca de patrocinadores, por isso a demora em lançar o enredo. E esses três meses pressionaram o cronograma em um ano com uma crise de material no mercado que eu nunca vi igual. Se você quisesse usar o material A, ele estava em falta, o B também estava e você tinha que se virar com o C. A crise do país também pesou no Carnaval porque com tudo o que aconteceu no Brasil, na política e economia, nenhum empresário tinha como investir em uma escola de samba porque haviam outras prioridades. Nós tínhamos um mar cheio de tormentas para atravessar e conseguimos.” – disse Severo.ilha

E se a crise se fez presente no barracão da Ilha, a criatividade e a inovação também estiveram por lá. Severo Luzardo foi até a África buscar informações para o desenvolvimento do seu desfile e trouxe de lá uma novidade na bagagem.

“Quando a gente vai fazer África aqui no Brasil, a gente sempre tem dificuldades em achar estampas. Acaba indo para um caminho de Zebra, Tigre, Onça. Dessa forma, eu fui atá a África, entendi os povos, os costumes, como usam essas estampas e trouxemos um arsenal de estamparia originais do continente africano. Chegando aqui mandamos para as fábricas e reproduzimos. Isso vai dar uma verdade muito grande para o nosso Carnaval.” – contou o artista.

A União da Ilha será a primeira escola a desfilar na segunda-feira de carnaval, dia 27 de fevereiro, com o enredo “Nzara Ndembu – Glória ao senhor tempo”, desenvolvido pelo carnavalesco Severo Luzardo em seu primeiro ano na agremiação e no Grupo Especial.

por Felipe Araujo

Curta

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s