MANGUEIRA MOSTRA QUE ESTÁ FIRME NA BRIGA PELO BICAMPEONATO AO FECHAR TEMPORADA DE ENSAIOS COM CHAVE DE OURO


Salve, salve!mangueira-ensaio

Com uma comunidade nascida e criada pra “Vencer demanda”, a Estação Primeira de Mangueira fechou com chave de ouro a temporada 2017 de ensaios técnicos e levantou a Sapucaí na noite deste domingo, dia 19. A Verde e Rosa mostrou que está mais do que viva na busca pelo bi campeonato e fez um ensaio de alto nível.

Pelo segundo ano comandada por Júnior Scapin, a Comissão de Frente apresentou uma coreografia totalmente interativa com o público. O grupo mostrou toral entrosamento, e mesmo não estando com roupas e um provável tripé, deram um verdadeiro show de abertura. Ao longo da apresentação, os componentes jogavam doces aos presentes. No final, um pó nas cores verde e rosa era lançando enquanto a bandeira da agremiação era estendida, causando um lindo efeito.

Em seguida, os defensores do pavilhão, Squel e Matheus, apresentaram uma dança muito segura, com destaque para o carisma da dupla e para a bandeira que permaneceu bem esticada nos giros durante as apresentações pelas cabines julgadoras. O entrosamento da dupla chamou atenção, mesmo sendo um casal formado no último ano.

Nada se compara a entrega dos componentes da Verde e Rosa ao longo do ensaio. A comunidade mangueirense deu um show de animação durante todo o treino. O canto forte era ouvido mesmo com o som da Sapucaí já em uso. Em contrapartida, a evolução deixou um pouco a desejar. Principalmente no último módulo, onde após a apresentação do casal, a primeira ala parou, enquanto a dupla já se encaminhava para a Apoteose, criando um grande espaço no ensaio da escola.

mangueira-ensaio-2

O samba, um dos destaques da safra, casou com a brilhante interpretação de Ciganerey. O intérprete manteve o gás do início até o final junto com seu time de canto. A bateria da Mangueira, dos mestres Vitor Art e Rodrigo Explosão, mais uma vez inovou nas bossas, marca da dupla.

“Tem que respeitar meu tamborim” e tem que respeitar a Rainha da bateria Evelyn Bastos, que apresentou o melhor samba no pé dentre as doze que reinam no Grupo Especial. Sem contar com o carisma da mulata que é cria do Morro da Mangueira.

Com o enredo “Só com a ajuda do Santo “, a Estação primeira de Mangueira irá tentar o bi campeonato desfilando por último na segunda-feira, fechando os desfiles do Grupo Especial do Rio.

por Jorge Azevedo

Curta

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s