CONHEÇA A SINOPSE DA PÉROLA NEGRA PARA O CARNAVAL 2018


Salve, salve!

A escola de samba Pérola Negra, que disputa o Grupo de Acesso do Carnaval de São Paulo, divulgou nesta semana a sinopse do seu enredo para o Carnaval 2018, quando levará para o Anhembi uma homenagem à cidade de Campina Grande, na Paraíba, conhecida por sediar a maior festa de São João do Mundo.

A escola também divulgou informações a respeito de sua disputa de samba. Ela será dividida em duas etapas, a primeira sendo interna, com a avaliação dos CDs entregues pelos compositores concorrentes, e na segunda fase com a final onde até três sambas disputarão para a escolha do campeão.

A entrega dos sambas acontece no dia 26 de agosto, o anúncio dos finalistas deverá ser no dia 31 de agosto e a grande final está prevista para ocorrer no dia 10 de setembro.

A Pérola Negra será sétima escola a desfilar no domingo de carnaval, dia 11 de fevereiro de 2018, no sambódromo do Anhembi, pelo Grupo de Acesso.

 

Confira a sinopse da Pérola Negra para o Carnaval 2018:

Numa viagem arretada por terras nordestinas, a Jóia Rara do Samba embarca no Trem do Forró rumo ao maior São João do Mundo: Campina Grande

“Se achegue, porque o nosso trem já vai partir!
E nossa viagem rumo ao Nordeste vai começar.
Nossa viagem será inesquecível e divertida.
Puxa o fole sanfoneiro, que nossos passageiros querem dançar,
Pois estamos embarcando no trem do Forró.
Campina Grande nos espera!
A grande capital do Forró.
Todos querem conhecê-la, pois lá é que se encontra o maior São João do Brasil.
Senhoras e Senhores, nosso destino é bem distante.
Terra de cabra da peste.
Terra de homem valente.
Do Sertão e do Agreste.
Terra do Mandacaru.
Um lugar de gente muito arretada!
Esse é o Nordeste, cheio de riquezas só encontradas lá.
Sua música, sua dança.
Sua gente que sorri.
Esse povo tem bravura.
Tem tradição, tem cultura.
Da Bahia ao Piauí.
Sacudindo pra lá e pra cá,
Lá vai o nosso trem,
Guiado por Deus e Nossa Senhora.
Valei-me, meu Padin Ciço!
Peça aos seus anjos para nos guiar.
Pela janela, podemos avistar
A terra rachada, a seca e a poeira a subir.
O sol radiante, de tão quente judia.
Vixe Nossa Senhora que nos guia.
Quanta carcaça de bicho.
Mas, se aconchegue meu povo!
Olha lá na frente quanta gente.
São muitos devotos, beatos e romeiros.
Tem até violeiros!
Todos em oração, pedindo que a chuva abençoe essa terra tão castigada.
Meus amigos, sejam bem-vindos.
Esse é o Nordeste!
De gente guerreira, valente e determinada.
Que tanto sofre no calor incessante do Sertão,
Mas não deixam de ter esperança.
Pois, esse povo faz de seu sofrimento a matéria-prima de sua arte.
Essa gente, de mãos calejadas e de pele sofrida pelo sol,
É abençoada por Deus… e arretada como só!
E dessa viagem, meu povo, ninguém jamais esquecerá.
Os tambores anunciam.
Esta noite tem Macumba
Eita povo cheio de fé, crenças e costumes.
E a sanfona dentro do trem anima a todos,
Pois iremos ver…
Bumba-Meu-Boi, Maracatu.
Frevo e Reisado.
Tem Cantoria, Poesia e também Cordel.
Tem até o Rei do Baião!
Tem Congada e Capoeira.
Tem artes e artesanatos.
Eita que essa viagem está me dando fome!
Meu Nordeste possui uma culinária rica em tradição e sabor.
Tem Cuscuz e Macaxeira, que têm um grande valor.
Tem Xinxim de galinha, rapadura com farinha.
Tudo feito com amor.
Venham todos aqui saborear.
Eita, como é cheio de vida esse Sertão!
Essa gente é movida pela fé, pelo amor, por suas raízes e tradições.
Rico em artes, é destacado como um povo bem festeiro.
E por falar em festa, já proseamos por demais.
É noite, o céu está coberto de estrelas.
Eu, o Maquinista deste trem arretado,
Venho anunciar aos Senhores e Senhoras que nossa viagem está chegando ao seu destino.
Depois de desbravar esse imenso Sertão,
A grande banda, os rojões, as fogueiras e balões anunciam…
Toque, sanfoneiro! O povo quer dançar nesta noite de luar.
E viva São João, São Pedro e Santo Antônio.
Sejam todos bem-vindos nesta noite de São João.
Vai ter Baião e Forró
Pra dançar agarradinho.
A quadrilha está animada!
É arrasta-pé a noite inteira.
Mas, vamos pôr fim nesta prosa.
O Nordeste e Campina Grande nos recebem no maior São João do Brasil.
Agora, toque o fole sanfoneiro, que a festa não tem hora pra acabar”.

Anselmo de Brito
Carnavalesco

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s