PRESIDENTE DA UNIÃO DA ILHA EMITE NOTA COBRANDO MARCELO CRIVELLA: “ESSE PREFEITO ESTÁ DE BRINCADEIRA!”


Salve, salve!

O presidente da União da Ilha do Governador, Ney Filardi, se manifestou através de nota publicada na página oficial da agremiação no Facebook, e posteriormente enviada à imprensa, sobre as últimas medidas do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, em relação às escolas de samba do Grupo Especial carioca.

Segundo Ney, o prefeito pretende modificar cláusulas do contrato da Riotur com a Liesa, fazendo com que, a partir do ano que vem, as sobras de ingresso de arquibancadas, frisas, cadeiras e camarotes fossem todas para a Riotur, além das publicidades no Sambódromo, internas e externas, que também iriam para a mesma.

As acusações do presidente da Ilha surgem logo após Crivella não cumprir o que foi combinado com as escolas, já que, segundo Ney, o prefeito ainda não pagou nenhuma parcela da subvenção de 2018. Vale lembrar que, após diminuir a subvenção de 2 milhões para 1 milhão, o governante havia prometido quitar os valores em quatro parcelas fixas e consecutivas de 225 mil, retendo 100 mil para serem pagos após a prestação de contas de cada agremiação.

O desfile das escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro no Carnaval 2018 acontecem no domingo, dia 11 de fevereiro, e segunda-feira, dia 12 de fevereiro.

Confira abaixo, na íntegra, a nota oficial do presidente da União da Ilha:

“Prefeito Crivella só vai descansar quando acabar o carnaval”

“Minha gente,

Não dá para ficar calado quando o prefeito Crivella vai para a imprensa e diz que não pagou as parcelas de julho e agosto por problemas burocráticos. O que de fato acontece, é que o senhor prefeito, quando reunido recentemente com o presidente da Liesa e todos presidentes das escolas do Grupo Especial, disse que manteria a mesma formatação dos contratos anteriores entre a prefeitura e Liesa.

E que só mexeria no valor da subvenção, ou seja, de 2 para 1 milhão de reais, e que pagaria de maneira parcelada (quatro parcelas iguais e consecutivas de 225 mil reais), sendo a primeira vencendo em julho desse ano, e reteria 100 mil até que as escolas prestassem contas.

Isto não é verdade. A Riotur enviou para a Liesa uma nova minuta do contrato onde as sobras de ingresso de arquibancadas, frisas, cadeiras e camarotes iriam todas para a Riotur. E que as publicidades no Sambódromo internas e externas também iriam para a mesma.

Isto quer dizer o seguinte: A prefeitura ficaria com mais dinheiro do que daria para as escolas, o que é um absurdo. E mais uma vez não cumpre o que promete. 

Esse prefeito está de brincadeira!

Falo isso em nome da União da Ilha”.

Atenciosamente,

Ney Filardi
Presidente
Gres União da Ilha do Governador

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s