PARCERIA DE GABRIEL MARTINS VENCE MAIS UMA VEZ NO CUBANGO, EM FINAL MARCADA POR CONFUSÃO


Salve, salve!

Favorita na disputa, a parceria comandada por Gabriel Martins fez jus às expectativas e faturou mais uma vitória no Acadêmicos do Cubango. Em noite de festa na quadra da Verde e Branca de Niterói, o samba dos compositores Gabriel Martins, Bello, Wagner Big, Junior Fionda, Marcio André Filho, Jairo e Gigi da Estiva venceu a disputa e será o responsável por embalar o desfile do ano que vem, no enredo “O Rei que bordou o mundo”, dos carnavalescos Leonardo Bora e Gabriel Haddad.

Ao todo, quatro sambas participaram da grande final da Verde e Branco de Niterói. O samba vencedor recebeu sete votos da comissão julgadora, enquanto o samba sete (Sérgio Careca e cia) recebeu três votos. As demais parcerias (Parceria de Juliana Santos e Parceria de Dudu Oliveira) não foram votadas.

Confira o samba 2018 da Cubango:

Compositores: Gabriel Martins, Bello, Wagner Big, Junior Fionda, Marcio André Filho, Jairo e Gigi da Estiva
Part. especial: Rafael Mikaiá, Neyzinho do Cavaco, William Rodrigues

Velas ao mar que o vento leve
Por mares da insanidade navegue
Delírios, sonhos, devaneios
Por sete anjos me guiei
Num sopro divino, me fiz peregrino
Andei
E não me fiz entender
Pensamento aprisionado por meus irmãos
Na mente a procura de ser
Enviado pela voz, o Rosário da razão
Mas a Arte irrompe a pele
Bordando o destino, a direção

O bem e o caos, rainha ou peão
No Bispo o senhor a salvação
O inventário em jogo, a luz dos olhos teus
Ao tabuleiro as mãos de Deus

Parti pra fazer a minha chegança
O mundo enfim pude recriar
A emoção nos tempos de infância
Sagrado samba que faz relembrar

Do manto e suas coroas
Quilombos na escravidão
Candeias e cabaças
Alma do sertão

Sou mais um negro
Orgulho dos meus ancestrais
a vida eu colori de paz
Nas páginas brancas da memória
Tingi de verde a minha história

Resgata Cubango o meu grande amor
Insano ….. nessa avenida eu vou
Trançando em arte o sentimento mais profundo
Eu sou o rei que bordou o mundo

Após o anúncio do samba vencedor, uma confusão na saída da quadra motivada pela derrota de uma das parcerias ofuscou, de certa forma, a festa pela vitória e a alegria da vitória. Chegou a ser especulado que um membro da diretoria teria sido agredido, versão negada pela assessoria de imprensa da escola, que afirmou ter permanecido com os diretores na escadaria, na saída da quadra, esperando justamente a confusão cessar. A polícia foi acionada, chegando pouco depois da final e restabelecendo a ordem no local.

Com o enredo “O Rei que bordou o mundo”, desenvolvido pelos carnavalescos Leonardo Bora e Gabriel Haddad, o Acadêmicos do Cubango será a quinta escola a desfilar no sábado de carnaval, na Marquês de Sapucaí.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s