Arquivos da Categoria: Evelyn Bastos

COLUNA DA EVELYN BASTOS (Nº 05)

EVELYN

Quadril solto em São Paulo…

Eternizo em minha mente ilustres sambas nos evelynpés de Aldione, Fabiana Oliveira, Nilce Fran…

Me encanto ao ver Egili (baiana, passista do salgueiro), Julyana Clara (musa da mangueira), Dominyk Melo (passista da Mangueira), Fernanda Dao (musa da mangueira), Clara paixão (Princesa corte do RJ) e Cris alves (Rainha da Cubango) sambando com seus gingados dignos de mulata de sangue! Ler mais

Anúncios

COLUNA DA EVELYN BASTOS (Nº 04)

EVELYN

Veneradas…

E entre tantas fascinações que os carnavais nos evelynconcedem, uma das principais é poder sentir o pulsar do coração a cada girar delas que nos encantam e, com o mesmo carinho de uma mãe, tratam o povo do samba com o maior carinho possível…

Donas de histórias sofridas e guerreiras…

Donas de “mão cheia” que cozinham como ninguém…

Donas amantes eternas de suas agremiações…

Que nossas histórias de carnaval possam ter este momento único na vida de uma mulher que ama a folia da Marquês de Sapucaí… Para poder colocar o coração numa saia e girar o seu amor pelo samba…

Respeito máximo!

E se der assunto… a rainha escreve.
#DeuAssuntoPraRainha

Evelyn Bastos
(Evelyn Bastos é Rainha de Bateria da Estação Primeira de Mangueira)


Os textos desta seção não representam necessariamente a opinião deste veículo e são de inteira responsabilidade do seu autor.

 

Curta

COLUNA DA EVELYN BASTOS (Nº 03)

EVELYN

Pequenas curiosidades sobre a maior festa do País

 

E agradecemos aos portugueses…evelyn

Comemorado em Portugal desde o século XV, o entrudo foi trazido pelos portugueses para a então colônia do Brasil e em finais do século XVIII era já praticado por todo o território. Consistia em brincadeiras e folguedos que variavam conforme os locais e os grupos sociais envolvidos. Com a mudança da côrte portuguesa para o Rio de Janeiro, surgiram as primeiras tentativas de civilizar a festa carnavalesca brasileira, através da importação dos bailes e dos passeios mascarados parisienses, colocando o Entrudo Popular sob forte controle policial.

Em 1890, Chiquinha Gonzaga compôs a primeira música especificamente para o Carnaval, “Ô Abre Alas!”. A música havia sido composta para o cordão Rosas de Ouro que desfilava pelas ruas do Rio de Janeiro durante o carnaval. Os foliões costumavam frequentar os bailes fantasiados, usando máscaras e disfarces inspirados nos baile de máscaras parisienses. As fantasias mais tradicionais e usadas até hoje são as de Pierrot, Arlequim e Colombina.. Ler mais

COLUNA DA EVELYN BASTOS (Nº 02)

EVELYN

Eternas…

 

Hoje venho honrar grandes e fabulosos nomes do evelynCarnaval do RJ, nomes estes admirados com toda a certeza por todas nossas belas passistas seja de qual for a escola! Nilce Fran, Aldione, Tânia Bisteka, Fabiana Oliveira e Márcia…

Eu, Evelyn Bastos, sou um humilde pedaço de cada uma delas que abrilhantaram nossa Marques de Sapucaí por anos e anos… Pegaram aquela época que Carnaval era pura e simplesmente confetes, serpentina, alegria e amor…

Mas, nao vamos adiante quanto a este assunto…

Essas mulatas, rainhas, divas e professoras da arte de sambar merecem todo nosso respeito e reconhecimento… Eu, como fã, amo de paixão quando as mesmas visitam nossas quadras e vão lá para o meio e transbordam emoção nos pés…

Me emociono de verdade! Ler mais

COLUNA DA EVELYN BASTOS (Nº 01)

EVELYN

 

Musas Reais

 

“Belo, é tudo quanto agrada desinteressadamente…”

Immanuel Kant

E já dizia claramente o grande sábio Immanuel…evelyn1

E eu nao vejo diferente, já que beleza e corpos sarados são o que há de sobra na Marquês de Sapucaí. Portanto para mim, bonito mesmo é ver meninas que amam o carnaval tendo espaço na escola com a qual tem vínculo, laço…

Vale sempre lembrar que há décadas e décadas atrás, os malandros e cabrochas fascinavam as ruas fazendo um carnaval do seu jeito, então essa nova geração de cabrochas do seculo XXI merecem nosso reconhecimento…

Abro essa minha coluna falando das verdadeiras musas do Carnaval Carioca! Como uma Rainha Passista tenho o maior orgulho de exaltá-las.

Sei bem que, tem aqueles que defendem as celebridades e subcelebridades ditas “musas”…

Particularmente acho que as lindas modelos, atrizes, etc, mereciam sim o Abre-alas da escola de samba que escolheram desfilar! Ler mais